Sexta-feira, 4 de Setembro de 2009

Como Esquecer...

 

Como posso eu, frágil vida
Esquecer meu amor imortal
Se no peito ferido
As cicatrizes doem como nunca?
Como não lembrar do seu sorriso
Se a cada novo sorriso
O seu quero encontar?
O seu olhar quem e fez guardar
Esse amor com tanta devoção
Que cravado em mim
Como um doce e venenoso punhal
Me mantem aos cacos
De um desejo insuportável de ter você pra mim
Mesmo que durante poucos segundos...
Seriam para mim
Parte de uma existência feliz
Pois sofro incondicionalmente
Por não saber como esquecer
Que um dia,
Um lindo anjo
Quebrou meu coração...
 
Viviana Oliveira

 

publicado por Maria Glaene às 23:49
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

. Fernando Pessoa

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Fernando Pessoa

. A Corrente Da Felicidade

. Amiga Maldita

. Escolhe

. Eco da Vida

. Consertei o Mundo

. Milho Bom

. A piscina e a cruz

. Anos dourados...

. ***De todas as coisas que...

blogs SAPO

.subscrever feeds